Acervos

por Eduardo Campos “Oklinhos”

Bem-vindo à história do bicicross nacional

O Bicicross no Brasil teve início em 1978, esporte trazido pela fábrica de bicicletas Monark, que construiu a 1ª Pista de BMX da America do Sul na cidade de São Paulo e também fabricou a primeira bicicleta para o esporte.

Muitos dos nomes de pilotos, dirigentes e outras pessoas que estão nas matérias abaixo, talvez você nunca ouviu falar, mas fazem parte da história do esporte.

Teremos aqui, matérias do 1º Campeonato Brasileiro de Bicicross, realizado na cidade de São Paulo, bairro de Moema , em 1984, matérias do Campeonato Paulista de Bicicross e muito mais.

Se você, de alguma parte do Brasil, fez parte do Bicicross desde o seu inicio em 1978, década de 80 e 90, envie para nós fotos e matérias, e divulgaremos aqui no site!

Bicicross – Sua origem, sua história

por José Gonçalves
Campos do Jordão Bike Clube

Foi em 1969, na cidade de Santa Mônica (EUA), que surgiu o bicicross através de um grupo de adolescentes que se reuniam e tentavam fazer com suas bikes as mesmas manobras que os pilotos de motocross faziam. Muitas são as histórias que falam sobre a origem do bicicross no Brasil. Assim sendo,revendo alguns escritos constatamos que Orlando Camacho em 3 de julho de 1978, foi convidado pela Monark Racing do Brasil, na América do Sul a implantar o Bicicross no Brasil,também conhecido por BMX. Foi aí que surgiram as primeiras bicicletas modelo aro 20 circulando pelas ruas e avenidas.

Estava iniciando a modalidade esportiva radical que perdura até nossos dias . Inicialmente praticava-se o bicicross em rampas de madeira,em praças e escolas e segundo consta foi em Guarujá-SP. Posteriormente, inaugurava-se a 1º pista de bicicross com o patrocínio da Monark na Marginal Pinheiros,na Capital Paulista.Surgia aí a primeira equipe de pilotos de bicicross formada por: Formiga,Meio Kilo, Oklinhos, Niltão, Pedrão e Erwin entre outros.

Essa mesma empresa, a Monark , em Junho de 1984 , construiu uma pista e organizou a primeira prova de bicicross em Campos do Jordão-SP,cidade em condições climáticas ideais para a prática desse esporte.. O bicicross tem sido, ao longo dos tempos, o esporte preferido pela garotada, aparecendo em programas de televisão e com transmissão ao vivo,durante uma certa época, e hoje possui vários sites na internet, mas, um dos momentos mais marcantes de sua história foi em l982, quando do lançamento do filme ET-O Extraterrestre” ocasião em que o produtor Steven Spilberg colocou uma turma de garotos fazendo peripécias com suas bikes aro 20 ,deixando meninos e meninas da época alucinados em adquirir uma bicicleta e imitar os personagens do filme.

Essa modalidade esportiva possui um organismo internacional a UCI, no Brasil temos a Confederação Brasileira de Bicicross e no Estado de São Paulo a Federação Paulista de Bicicross, atualmente dirigida por Paulo Peres com Presidente e Oklinhos como Vice Presidente, um dos pioneiros do bicicross no Brasil.

É, sem dúvida um dos esportes radicais mais emocionantes e que aglutina grande número de adeptos cuja faixa etária varia de 5 anos até a idade limite da capacidade física dos pilotos de ambos os sexos.

Hoje o bicicross é classificado classificado como uma modalidade esportiva olímpica para 2008.

Clique aqui e veja as fotos de Campos do Jordão em 1984

Os primeiros quatro campeões brasileiros

1ª Pista de Bicicross da America do Sul

Matéria enviada por Erwin Brentzel, uns dos pioneiros no BMX Nacional, que também fez parte da primeira Equipe de Bicicross da Monark. Erwin Brentzel na época foi uns dos melhores pilotos em saltos, junto com o Formiga e Meio Kilo, sempre treinados pelo Sr. Orlando Camacho. Vale a pena lembrar que os saltos naquela época não tinham recepção. Você encara um salto deste?


Uma breve história da categoria Elite no Campeonato Paulista - Revista Fluir
 

Gibi Mickey explora as várias marcas de bikes nacionais da época

1º Campeonato Brasileiro de Bicicross - Revista Fluir

A HISTÓRIA DA ELITE NO CAMPEONATO PAULISTA

Texto e arquivo de Pedro Andrade “Pedrão”

Em 1987, o professor Almir Heleno Almeida, na época, técnico de bicicross do Team Monark BMX, aproveitou uma etapa do campeonato Paulista que na oportunidade foi realizada em Jacareí, para fazer uma corrida open com pilotos a partir dos 15 anos, naquele tempo não existia a FPBX e o campeonato era organizado pela FPC (Federação Paulista de Ciclismo) que tinha um departamento de bicicross. Essa prova foi vencida por Marcelo Damasceno Cruz o “Formiga” na época piloto da Monark, lembrando que a principal categoria era a Adultos (18 anos e mais)

Em 1988 o senhor Nilceu Saito (que já trabalhava para a criação de uma Confederação e federações especificas para o bicicross) coisa que já acontecia em vários paises da América do Norte, Central e do Sul, além de toda Europa, levou um grande grupo de pilotos para o mundial do Chile versão IBMXF (International Bicycle Motocross Federation), que tinha uma categoria especial para os Pros onde corriam só os pilotos double A Norte Americanos e uma categoria chamada Super Class. (+/- como a Junior e a Elite nos dias de hoje). Os pilotos brasileiros tiveram muito sucesso neste mundial inclusive com 3 títulos de campeão.

De volta ao Brasil o senhor Saito resolveu criar uma categoria profissional no Brasil onde os pilotos ganhassem premiação em dinheiro, além de fama, os pilotos experts precisavam se espelhar em alguém, e essa categoria, seria perfeita para isso.

Foi então que surgiu a categoria “Pro” que foi batizada de Super 20 (alias quem escolheu esse nome foi Newton Costa o Newtão).

A primeira corrida da nova categoria aconteceu em 1988 em Pirassununga, (Região de Leme). Os pilotos foram escolhidos a dedo, nomes como, Fabiano “Manteiga” Santa Maria, Marcos “Chokito” Santos, os irmãos Luis Cláudio e Luis Paulo Katayama, Oswaldão dos Santos, Antonio “Tom” Soares, Aythê Campos, Luis Cury, Ricardo Martines o “espanhol” , Pedrão Andrade, Eduardo Oklinhos, Marcelo Jarrão entre muitos outros.

A corrida foi vencida pelo Luis Cury de Jundiaí. Em 1989 a categoria já era oficial no campeonato Paulista (neste mesmo ano o senhor Saito conseguiu criar a FPBX e a CBBX) na época o Torneio Estadual tinha 6 etapas (já o Brasileiro tinha uma prova única no ano, a partir de 93 começou a ser disputado por etapas) se tornou um grande sucesso, em 1996 a UCI (união ciclística internacional) criou as categorias Elite (masculino e feminino) e a Junior (também para ambos os sexos)) segundo as tendências a categoria aqui no Brasil mudou de super 20 para Pró Elite, o nome foi trocado mas as emoções continuaram.

Acompanhe agora (com exclusividade) todos os campeões Paulistas da Categoria Top do Bicicross.

1989 – Fabiano “Manteiga” Santa Maria
1990 – Ricardo Martines o Espanhol
1991 – Ricardo “Animal” Peres
1992 – Ricardo “Animal” Peres
1993 – Marcos “Chokito” Santos
1994 – Felix Mario “Kiko” Junior
1995 – Marcos “Chokito” Santos
1996 – Marcos “Chokito” Santos
1997 – Elton “Falcão Azul” Ghigiarelli
1998 – Gerson Ricardo Krindges
1999 – Marcos “Chokito” Santos
2000 – Deivlin “Turbo” Baltazar
2001 – Thaiguara Ramirez
2002 – Armando Ronconi Neto
2003 – Deivlin “Turbo” Baltazar
2004 – Deivlin “Turbo” Baltazar
2005 – Deivlin “Turbo” Baltazar
2006 – Deivlin “Turbo” Baltazar
2007 – Deivlin “Turbo” Baltazar
2008 - Gustavo "Boy" Chiara
2009 – Deivlin “Turbo” Baltazar

OUTROS MOMENTOS DA HISTÓRIA DO BICICROSS
com a colaboração dos internautas


Maio de 1985, Campeonato Caloi.
Pista situada na Capital Paulista, no bairro do Morumbi, ao lado do Shopping Morumbi.
Fonte: Fabiano Mantega

PATROCÍNIO

PARCEIROS